terça-feira, 10 de outubro de 2017

OS ANTIGOS KARMAS ESTÃO SE TORNANDO MALDIÇÕES





Outubro 10, 2017









Com o início da transição planetária, que ocorreu em 2012, terminou a quarentena planetária que durou 13 mil anos. 

A quarentena planetária era uma forma de não tempo real onde todos os acontecimentos ocorriam de forma repetitiva. Com o passar dos milhares de anos nessa quarentena, as almas que ficaram na Terra presas entraram no esquecimento de si mesmas e ocorreram reencarnações e mais reencarnações, de vidas após vidas, onde a humanidade ficou presa na mesma cena repetitiva, não havendo, assim, o crescimento de alma.

Por todo esse tempo, a humanidade, esquecida de sua origem estelar, passou a entender a vida como uma forma de sofrimento para reparar algo que talvez pudessem ter feito no passado de reencarnações também esquecidas.

Atualmente, com a transição planetária, essa roda de reencarnações estagnadas acabou. Assim, aquilo que a humanidade cultuava como "reparações" de vidas passadas sofridas, agora a humanidade está vivendo uma forma de vida de "regeneração", bem como o planeta. A regeneração para a humanidade será relembrar o ser cósmico que é, e precisa ser relembrado para poder retornar ao seu crescimento de alma.

Aqueles que estão ainda perdidos de si mesmos, de sua origem estelar, esquecidos de quem são, presos a crenças que já não lhes servem mais, porém ainda as cultuam. Aqueles que ainda estão arraigados a antigos valores de materialidade e de moralidade, apegados ao orgulho e a vaidade. Esses estão ainda presos. Essa prisão agora está a nível interno, dentro de si mesmo, e isso está impedindo o humano da Terra de viver o ser cósmico que é em abundância e soberania.

Muitos estão sofrendo agora de todo tipo de sofrimento por não compreenderem e por não se soltarem de toda uma bagagem karmica que não serve mais.

Trocando isso em exemplos, como um jogo de futebol onde aprendemos que sempre há um vencedor e um perdedor, assim ainda se encontram muitos que estão nessa torcida de vida, arraigados a esses valores. Porém, nestes novos tempos, essa concorrência não existe mais, não há mais vencedores e perdedores. Não há mais o jogo de poderes. Não há mais sofrimentos. Não há mais prisões físicas e mentais.

Aqueles que estão lutando para vencer, lutando para curar, lutando para ajudar, lutando pela justiça, lutando para o bem, lutando... lutando... lutando.....; estão captando uma carga psicológica, emocional e afetiva tão pesada que não estão nem aguentando viver. 

O que o humano da Terra não compreende é que a perda e a não luta é a melhor solução para acabar com tanto sofrimento imposto pelo karma.

O karma vai se tornando maldição nas mãos daqueles que ainda lutam e querem vencer. Essa humanidade vai sucumbir afogada em seus próprios karmas. E ainda, essa humanidade, que não compreende a nova forma de vida na Terra, está recebendo todo o karma de outros que já se libertaram dessa bagagem pesada, tomando para si toda a carga de energias pesadas bloqueadas de eras que não estão sendo liberadas pelo motivo de que a própria humanidade está se agarrando, principalmente, porque com a mente condicionada de valores e hábitos que não funcionam mais. 

A humanidade que está liberando essas energias karmicas pesadas já está experimentando a nova vida galáctica na Terra. A leveza do ser está cada vez mais estampada nos rostos dessa humanidade em evolução que já compreende o tamanho de si mesma, do seu ser estelar cósmico.

Agora está tudo dentro da sua mente condicionada! 

Como um fantasma da ópera !



Música : O Fantasma da Ópera (Nightwish)
legendado

5 comentários:

  1. Já sei quem sou! Agora quero me amar infinitamente!

    ResponderExcluir
  2. Gratidão imensa...
    Era o que eu procurava para todas minhas indagações e todas foram respondidas.
    Deste instante em diante me encontro comigo mesmo e torno meu desapego algo real, pois achava que só eu procurava sem sentido tudo isso.
    Sou um novo ser...

    ResponderExcluir
  3. De Porto, Portugal, para vós, no Brasil...imensamente grato pelo vosso trabalho de Luz e para a Luz...
    Bem hajam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações à Portugal ! Meu berço ascentral. Muito Agradecida.

      Excluir