Psicologia e Ciência Contemporânea, estudo e crescimento de alma Este blog foi criado para aqueles que estão despertando e para os que já estão despertos à Nova Era e à nova consciência. O AMOR INCONDICIONAL, a Compreensão e a Compaixão são os princípios da nova consciência e o acesso a 5ª Dimensão e Dimensões superiores é concedido para todos e é gratuito, e nada está lá fora, tudo está dentro de você e é só acessar. Não precisamos mais de Mestres. Somos nossos próprios Mestres. Seja bem vindo. SOMOS TODOS UM ! PAZ e LUZ! Namastê! Gratidão! Muito Obrigada!

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

O QUE É UM HOMEM DESPERTO ?




Novembro 25, 2016



Foto: Michael Julian Berz



Há um homem recém-desperto emergindo na coletividade e ele não está de bobeira.


Este homem desperto está consciente e corajosamente determinado. Perfeitamente consciente do que ele vê com seus olhos que não é apenas uma construção mental, nem um exercício intelectual desprovido de sentimento. Sabe que se trata uma experiência ligada aos sentimentos, de uma consciência cada vez maior que se move a partir do coração para fora.

É o sentir Deus, não apenas pensar em Deus.

O novo homem está sempre em um processo, despertando através de uma conexão de aprofundamento com o mundo do sentimento. Ele continua a se esforçar para obter  uma consciência mais sincera e abrangente.

O homem desperto mudou seu foco de uma perspectiva localizada e etnocêntrica para uma visão do mundo centrada na percepção. Sua comunidade é a humanidade. Enraizado no relacionamento, seu senso de responsabilidade se estende bem além de seu ego e de uma comunidade específica. Sempre que possível, a suas decisões são alimentadas por uma visão ampla de possibilidades para que possa beneficiar  toda a humanidade. Não tem mais o pensamento de que cada um é por si, mas sim que cada homem é para toda a humanidade.

O homem desperto honra o divino feminino , em todas as suas formas. Ele comemora a maravilha que é a mulher. Ele é respeitoso, honrando e gracioso. Ele está triste pelos eternos horrores cometidos pelas maldades masculinas contra as mulheres. Ele chama os seus irmãos à responsabilidade. Ele reconhece os seus próprios erros. Ele co-cria um mundo onde todas as mulheres  se sentirão seguras para se locomoverem livremente, para encontrarem a sua expressão, para realizarem a grandiosidade que existe na mulher. Ele dá as boas vindas para um mundo onde as mulheres e os homens são igualmente parceiros. O gênero humano.

O homem desperto não  um resultado superficial. Ele é autentico e original. Ele não se compara aos outros. Ele não adapta a sua personalidade com os ditames da multidão. Ele está centrado em si mesmo, respeita a opinião dos outros, mas não se define pelos outros. Ele trabalha diligentemente para libertar sua consciência dos laços egoicos ligados a ele. Ele se tornou o seu próprio parâmetro de referência, valorizando a autenticidade da sua própria imagem. Ele é o escultor de sua própria realidade.







O homem desperto trabalha corajosamente seus processos emocionais. Ele limpa seus detritos emocionais e arranca a sua armadura. Ele enfrenta seus problemas e os padrões inconscientes do coração. Ele fica atento as suas tendências auto-evasivas de fugir de si mesmo e honra a sabedoria do coração na sua dor. Ele expressa seus sentimentos respeitando o sentimento dos outros. Ele aprende e fala a língua do coração.

O homem desperto leva uma existência repleta de propósito. Ele ouviu a chamada para uma vida mais profunda. Não está satisfeito em sobreviver sozinho, sua ambição está enraizada em um interesse mais elevado - o aprofundamento e a obtenção do seu sagrado propósito. Ele é estimulado pelo seu propósito, não pelas maquinações do ego doentio. Ele está revestido em uma autenticidade de propósito que é capaz de enxergar através dos véus o que realmente importa. Seu propósito é o seu caminho.

O homem desperto é responsável por suas ações e suas consequências. Ele não se desvia da responsabilidade. Ele não se esquiva ou se censura. Ele se auto-admite que é emocionalmente honesto. Ele admite seus erros e os repara. Ele trabalha diligente e profundamente por dentro, elaborando uma consciência mais refinada a cada lição.

O homem desperto se move de dentro para fora. Mais interessado na expansão interior do que na conquista externa, ele cultiva e honra a sua intuição. Ele explora e desenvolve a sua geografia interior. Ele se aventura nas profundezas, integrando os tesouros que ele desenterra na sua maneira de ser. Ele procura a congruência entre a sua vida interior e sua manifestação exterior.

O homem desperto procura a totalidade. Ele não está satisfeito com a forma fragmentada de ser. Ele não tem apego ao antigo, as noções lineares de masculinidade. Ele busca o sagrado equilíbrio entre o saudável masculino e o saudável feminino. Ele procura uma forma abrangente do ser, que reflete todos os seus aspectos arquetípicos. Ele é flexível, se move confortavelmente ao longo da vida de muitas maneiras diferentes.

O homem desperto incorpora os mais elevados padrões de integridade em suas palavras e ações. Ele faz um esforço contínuo para trabalhar com qualquer coisa que não é integridade por dentro dele. Sua estrutura íntegra nunca está ligada ao comodismo ou ao seu serviço próprio. Ele honra a sua palavra, mesmo que isso tenha um custo. Ele se move a partir de um sistema de valores que é incorruptivelmente inabalável. Ele reconhece que o sucesso sem integridade é karmicamente infundado e sem sentido.

O homem desperto prioriza o relacionamento consciente. Ele valoriza co-criação autêntica. Ele honra relacionamento como prática espiritual. Ele busca a intimidade física que é profundamente sensível e uma conexão saudável. Ele está sintonizado, engajado e saudavelmente delimitado. Quando surge um antagonismo no relacionamento, ele corajosamente trabalha isso sem atrapalhar a intimidade. Ele tem o suporte do fogo do coração.

O homem desperto é um guerreiro do coração. Ele desembainha a sua espada para clarear o que está por dentro de si mesmo, cortando tudo que não é compassivo. Depois de muitas vidas com a arma na mão, um guerreiro benevolente está nascendo no âmago do seu ser. Ele honra a capacidade de expor e defender a posição do guerreiro, mas ele não é arbitrariamente agressivo. Ele se move através do amor e da compaixão.

O homem desperto se esforça para viver em um estado de perpétua gratidão. Ele é grato pelo dom da vida. Ele é grato pelos antepassados que construíram a base que a sua expansão. Ele é grato por aqueles que o encorajaram antes que pudesse encorajar a si mesmo. Ele é grato por aqueles que estão ao lado dele nesta vida. Ele sabe que não está sozinho.

O homem desperto está confortável na sua sensibilidade. Ele participa de sua própria revelação. Ele não tem medo de se entregar à realidade, ao amor, à verdade. Esta não é uma forma enfraquecida de renúncia, mas consagrada a coragem. É preciso mais do que coragem para se render a força. Ele explora abertamente as suas capacidades para a receptividade e para a ternura. Ele não identifica essas capacidades como exclusivamente femininas, mas inerentes a todo ser humano. Ele é forte o suficiente âmago do seu ser para viver uma vasta gama de emoções.

O homem desperto se move através dos negócios comerciais de forma responsável, com um olho vigilante para os caminhos do ego doentio. Ele não é oportunista sem escrúpulos. Ele não compete por amor a competição. Ele não faz fortuna somente por fazer. Quando traça o seu curso, ele está consciente de seu impacto sobre a humanidade. Ele tem o poder, mas ele não abusa do seu poder.  Seu poder provém da sua conexão com a fonte, não do poder sobre os outros. Sempre que possível, ele compartilha a abundância, a presenteia de volta a humanidade. Ele trabalha duro para transpor o mundo do jeito que está para um mundo de possibilidades divinas.






O homem desperto honra a Mãe Terra. Ele honra os animais. Ele nunca se imagina superior ou diferente do mundo natural. Ele compreende que a natureza é  interdependente e interligada com a realidade. Ele sabe que se ele faz danos ao meio ambiente, ele faz dano a si mesmo. Ele caminha com cuidado, com atenção, com consciência e apreço.

O homem desperto não reclama com  Deus. Sua espiritualidade é tolerante, inclusive, com muito respeito. Ele honra todos os caminhos que levam à Deus, contanto que haja respeito aos outros. Ele aceita aqueles que acreditam e aqueles que não acreditam. Ele condena qualquer caminho que usa as diferenças religiosas como uma justificação para a destruição.

O homem desperto amadurece em muitas das qualidades do masculino saudável. Ele é nobre. Ele é responsável. Ele é produtivo. Ele é bondoso. Ele é protetor. Ele é inabalavelmente honesto. Ele tem os pés no chão. Ele é resistente. Ele é flexível. Ele é realista. Ele está esperançoso. Ele é sensível, não frágil. Ele é saudavelmente egóico, não é auto-centrado em si mesmo. Ele é prático e elevado ao mesmo tempo. Ele ascende com ambos os pés no chão. Ele está realmente aqui.


Por : Jeff Brown


Foto: Jeff Brown

Sobre o Autor: Ex - advogado criminal e psicoterapeuta, Jeff Brown é o autor de "Soulshaping: A Journey of Self-Creation",  “Ascending with Both Feet on the Ground”. Endossado pelos autores Elizabeth Lesser, Oriah Montanha Dreamer e Katherine Woodward Thomas, o livro “Ascending” é uma coleção das mais populares citações espirituais, das memórias da alma e dos  aforismos de Jeff frequentemente partilhadas nos meios de comunicação social. Ele também é o autor de “Apologies to the Divine Feminine (from a warrior in transition)”. Você pode se conectar com o seu trabalho em www.soulshaping.com.


Editor: Lori Lothian



Tradução : Sônia L Pereira



Publicação : Mostradores da Luz










Um comentário: