segunda-feira, 16 de junho de 2014

O OITAVO CHAKRA

Chakra Dourado

Junho 16, 2014



O oitavo chakra é chamado de chakra dourado porque é tecido com os fios dourados da matriz da matéria. Essa é a cor da forma e da manifestação. Ela cria estrutura e mantém as ligações cruzadas da teia cósmica. As frequências douradas nos elevam aos planos superiores que sustentam nossa verdadeira humanidade, A energia Crística, com sua delicada luz amarelo-dourada, envolve o chakra dourado. Sua radiância não é a aura do corpo humano em si, mas do astral superior e dos campos celestiais.

O chakra dourado começa a uns 30 ou 60 centímetros acima da cabeça. É o primeiro salto fora do corpo físico. Depois da energia do chakra da coroa, há um espaço aparentemente vazio naqueles poucos centímetros, após o qual se pode localizar o chakra dourado como um poderoso vórtice energético. É incrível pensar que algo que não toca o corpo físico possa fazer parte de nós, e, no entanto é o que acontece. Ele está ligado ao DNA espiritual que por sua vez se entrelaça com o DNA físico. Quando elevamos nossas vibrações, o chakra dourado é ativado e começa a girar. À medida que isso ocorre, torna-se um canal que une energias em seu centro, é atraído para nosso campo e, ao atingir o arco pulverizador cio chakra da coroa, curva-se em torno dele para criar a auréola dourada.

Há muitas maneiras de se preparar para a auréola dourada. É importante desejar e planejar sua presença, pois uma vez vivenciada, haverá muitas mudanças em decorrência do profundo impacto que causará em você. Uma vez que consiga acelerar as frequências para chegar até ela, a invocação da auréola pode ser feita em meditação ou com a prece. Chame sua energia da parte mais iluminada de si mesmo, mas não pense que você precisa ser um santo para tentar. O momento perfeito é agora, e não num futuro nebuloso.

Aquilo que você come faz diferença. A luz pura que está sendo atraída entrará em você e o envolverá; assim, é bom dar às células uma dieta de alimentos vivos, ricos em clorofila, para que a intensificação da luz não provoque uma resposta de desintoxicação. Acho que todos neste planeta deveriam comer alguma forma de alga cianófita, visto que este foi o primeiro organismo a transformar luz solar em vida; e também a forma planetária mais antiga e bem-sucedida, nascida antes que a camada de ozônio nos protegesse da radiação. À medida que os níveis de radiação aumentam rapidamente, precisamos utilizar as algas cianófitas como um amortecedor até que o corpo se adapte.

Deixe-me mostrar como focalizar suas energias e criar a frequência necessária para uma auréola, Há várias coisas a serem feitas antes de pôr os campos em movimento:

O deslocamento mais rápido de energia virá do movimento giratório. Tente girar o máximo de tempo que puder. Independentemente do número de vezes que você o faça, isso libertará mente e corpo do apego que impede a percepção superior. Sente-se e feche os olhos.

A respiração é o próximo passo para acelerar a energia. A respiração ígneapranayama é uma excelente técnica para sincronizar a tríade das glândulas mestras. Ela é feita ‘resfolegando’ com força através do nariz, ao expirar. Comece devagar e acelere em rápidas sucessões (como o som de um trem correndo cada vez mais rápido) por algum tempo e depois prossiga mais devagar até parar. Respire fundo e aperte o músculo pubicoccígeo (em torno do ânus) enquanto expira. Isso impulsionará a energia até o terceiro olho, rio centro da testa.

Na parte posterior do nariz há uma membrana que cobre sua cavidade no cérebro e bem atrás dela fica a glândula pituitária. A respiração ígnea fará vibrar a membrana e estimulará as glândulas mestras. Talvez você fique um pouco tonto depois de fazer o exercício, ou sinta dor no meio da fronte, no terceiro olho, Tudo isso é perfeitamente normal. Agora você está pronto para começar a respiração especial que o manterá em contato com o chakra dourado.

Volte a atenção para o alto da cabeça e respire fundo, inspirando e expirando várias vezes. Poderá ter uma sensação de efervescência ou ouvir um zumbido em torno do chakra da coroa. Isso é bom.

Use a respiração como um laser. Inspire através d0 terceiro olho e expire pelo chakra da coroa, projetando a energia para cima, até sentir uma conexão com o chakra dourado. Lembre que ele está a uma altura de um braço acima da cabeça. Enquanto estiver sentindo esse centro dourado, não respire; depois inspire através do chakra dourado, e expire pelo terceiro olho.

Faça isso uma série de vezes, ao mesmo tempo em que imagina a si mesmo envolvido pela luz dourada. Logo sentirá uma espécie de plenitude em volta da cabeça, especialmente no alto e nos lados. Essa é a frequência aureólica entrando em seu campo de energia. Pratique várias vezes com a respiração e a intenção consciente até poder criar a sensação com facilidade. Faça o exercício quando for sair, assim terá a impressão de estar ostentando literalmente uma auréola. Só de se imaginar portando uma auréola, já é um passo gigantesco pata qualquer um. Mesmo fingindo que a possui, o resto do campo áurico se alinhará com aquela oitava e você começará a vivenciar uma nova noção de harmonia e alegria.

Uma de minhas alunas avançadas de Divindade estava trabalhando com isso e contou mais tarde, na classe, uma história engraçada. Depois de sentir a forte sensação de uma auréola dourada em torno de si, ela foi para o centro da cidade caminhar. Disse que ficou muito surpresa o descobrir que não só ninguém parecia notar, mas se sentiu totalmente invisível. As pessoas pareciam olhar através dela sem vê-la, Enquanto andava pelo parque, um bêbado aproximou-se e, com as mãos levantadas ao lado da cabeça como que formando uma auréola, disse rindo: “Você está brilhando! Continue brilhando!”

Eu, também, tenho notado que as crianças e os sensitivos são aqueles que se voltam e olham novamente para minha cabeça. Às vezes vejo-lhes a auréola e trocamos um olhar de reconhecimento. Não é algo entre uma criança e um adulto, ou entre estranhos; é o abraço de identificação entre duas Almas!

Há anjos na Terra que são conscientes de seu objetivo e destino, e também existem aqueles que trazem consigo o DNA angélico, mas ainda não descobriram. Seguem abaixo trechos de uma experiência de conexão com o chakra dourado:

Todas essas experiências nos planos superiores foram vivenciadas com imensa profundidade. Não há palavras que possam transmitir adequadamente o significado que possuem para aqueles que foram envolvidos por elas. Imagine um rosto enlevado pela bem-aventurança, uma voz suavizada pela vastidão do universo, uma mente tranquilizada pelo mar infinito da unidade.

Sem drogas, em plena consciência pelo som, com a pulsação, na luz, e com estranhas e maravilhosas visões, eles encontraram um lugar de ressonância num universo interior e fora dos limites desta dimensão Com calma e delicadeza eles mudaram.

O que trazem de volta para nós? Nada que possamos segurar nas mãos. Devemos penetrar no espaço de seus corações extáticos e tocar o ponto essencial. Eles viram além e foram além do lugar que compartilhamos, penetraram em mundos interiores. Se fizeram isso, nós também podemos fazer, Somos livres para procurar um ponto de origem, para viajar nas esferas e ancorar essas insondáveis energias diretamente em nosso corpo, em nossos cristais consanguíneos, em nosso DNA.

O NONO CHAKRA
O Chakra Branco/Prateado
Entrar no funil do nono chakra é deixar o plano da matéria manifestada e ascender ao turbilhão dos éteres cósmicos. As leis da energia podem permitir o aparecimento da forma, que se comporta no âmbito de seus propósitos e depois se dissolve. O chakra branco-prateado é o manto do Corpo de Luz. Sua aura é de uma radiância branca, que crepita a forma nebulosa como um casulo amorfo.

“Você está aí?” sussurrei.

“Sim. Meu chakra branco-prateado é como uma luz liquescente e argêntea, inflamada pelo fogo...
...Depois de trabalharmos com kundalini, passamos para as escalas do oitavo e cio nono chakra, que são o chakra dourado e o branco-prateado, respectivamente. São mundos de ligação com tanta luz e intensidade que é difícil imaginar que possam ser integrados ao nosso. Trata-se de planos de realidade sinérgicos, frequências de luz que estão além de nosso espectro e encontros com outros seres que aprenderam sobre as leis cósmicas ria energia e, portanto manipulam uma tecnologia que seria de grande valor para nós.

Ao ler as vinhetas das experiências nessas oitavas superiores, você poderá ficar imaginando como utilizá-las em nossa realidade, já que costumam estar tão distantes da forma e da estrutura. Pois essa energia tem um grande valor de transformação. Quando alguém é capaz de atingir essas frequências pela própria vontade, ele se torna maior que a vida, e sua própria presença é inspiradora para outras pessoas.

Corpos de Alma
Chris Griscom



Nota: Agora, porém, ao trabalhares com o Chakra Unificado, reúnes os chakras mais elevados (acima da cabeça) com os sete tradicionais, conseguindo que todos passem a funcionar de acordo com a frequência da energia que flui através do chacra do coração. Isto também significa que os três campos mais densos podem ser alinhados, trocar energia e ressoar entre si, tendo o amor como a componente principal dessas interações. Assim, finalmente, todos os três campos se podem alinhar num só campo unificado porque encontraram uma gama de frequências do amor - a qual todos podem absorver. Realizando o exercício do Chakra Unificado estaremos atuando através do CARDÍACO, a energia do amor incondicional, do não julgamento. E todos os bloqueios e pontos de resistência serão automaticamente eliminados. Todo Poder, Sabedoria e Amor estarão sendo reativados e incorporados a cada célula do corpo físico fazendo com que a memória celular recupere a lembrança natural de quem você é na realidade. Um Ser Divino.

O Chakra Unificado, porém, permite a articulação completa de todos os aspectos do ser. As tuas respostas passam a proceder integralmente do eu - espírito, o que significa que passará a estar ativo... em vez de reativo, a viver ancorado no amor e não no medo. Lembre-se que o ancoramento atualmente não deveria mais ser feito pelo chakra raiz (básico), mas sim pelo chakra Ômega. Unificar-se até o décimo chakra é em geral suficiente, mas ocasionalmente você poderia desejar unificar-se até o décimo - segundo e convidar nosso Eu - Crístico a seus campos energéticos - ou ir até mais além, convidando a presença da Fonte.







Solange C. Ventura
www.curaeascensao.com.br




ATIVAÇÃO SIMULTÂNEA DO OITAVO E NONO CHAKRAS








Por: TEMPLO DO SOL Escola de Ascensão

www.comandoestrelinha.ning,com




Nenhum comentário:

Postar um comentário